top of page

Os diferentes métodos de soldagem e como são aplicados



A soldagem é fundamental para muitas indústrias. Fundir e manipular metais em formas e produtos requer um profissional habilidoso que aprendeu seu ofício desde o início, como um aprendiz de um mestre. A atenção aos detalhes é o que faz um soldador excelente, e uma boa soldagem é altamente valorizada entre muitas oficinas de manufatura. Apesar da automação ser a tendência nas indústrias especializadas, a soldagem continua sendo uma habilidade que não pode ser completamente robótica. Soldadores bem instruídos sempre estarão em alta demanda.


Soldagem a arco elétrico com eletrodo revestido (SMAW: Shielded Metal Arc Welding)

Conhecido como soldagem a arco elétrico com eletrodo revestido (SMAW), este método de soldagem demanda que o soldador siga um processo manual com uma vareta, utilizando uma corrente elétrica para formar um arco entre a vareta e os metais a serem fundidos. Este método é frequentemente usado na construção de estruturas de aço e fabricação industrial para soldar ferro e aço. O soldador que usa este método deve ser habilidoso o suficiente para que o metal soldado passe por um teste de dobra destrutivo. Este método é bastante fácil de aprender, mas tem uma longa curva de aprendizado para se tornar um mestre. A soldagem SMAW também não gera um produto final muito bonito, então é melhor deixar para soldas que não ficarão visíveis ao consumidor. Este método é excelente para reparos de equipamentos, pois pode funcionar em superfícies enferrujadas, pintadas e sujas.


Metal Inert Gas (MIG) ou Metal Active Gas (MAG)

A soldagem MIG/MAG usa o calor de um arco elétrico estabelecido entre um eletrodo nu alimentado de maneira contínua e o metal de base, para fundir a ponta do eletrodo e a superfície do metal de base na junta que está sendo soldada.


A proteção do arco e da poça de solda fundida vem inteiramente de um gás alimentado externamente, o qual pode ser inerte, ativo ou uma mistura destes. Portanto dependendo do gás poderemos ter os seguintes processos:


• Processo MIG: injeção de gás inerte. O gás pode ser:


- Argônio

- Hélio


• Processo MAG: injeção de gás ativo ou mistura de gases que perdem a característica de inertes, quando parte do metal de base é oxidado. Os gases utilizados são:


- 100% CO2

- CO2 + 5 a 10% de O2

- Argônio + 15 a 30% de CO2

- Argônio + 5 a 15% de O2

- Argônio + 25 a 30% de N2


Escórias formadas nos processos de soldagem com eletrodo revestido e soldagem a arco submerso, não são formadas no processo de soldagem MIG/MAG, porque nesses processos não se usa fluxo. Entretanto, um filme vítreo (que tem o aspecto de vidro) de sílica se forma de eletrodos de alto silício, o qual deve ser tratado como escória.


Soldagem de gás inerte de tungstênio (TIG/GTAW: Gas Tungsten Arc Welding/Tungsten Inert Gas) Soldagem com arco de tungstênio a gás (GTAW), também conhecida como soldagem TIG (Tungsten Inert Gas), é usada principalmente para soldar seções espessas de aço inoxidável ou metais não ferrosos. É outro processo de soldagem a arco que usa um eletrodo de tungstênio consumível fixo para produzir a solda, mas o processo é muito mais demorado do que a soldagem por bastão ou MIG. Ao usar esse método, a composição do metal base é muito importante, pois a porcentagem de cromo afetará a temperatura de fusão. Este tipo de soldagem pode ser feito sem metais de adição. Devido ao fluxo constante de gás necessário, esse método é melhor executado em ambientes fechados, longe dos elementos. A soldagem TIG produz belas soldas, mas é difícil de dominar e requer um soldador experiente e muito habilidoso.

Soldagem ao arco elétrico com arame tubular (FCAW: Flux-Cored Are Welding)

A soldagem ao arco elétrico com arame tubular por arco de núcleo fundido (FCAW) foi desenvolvida como uma alternativa à soldagem de blindagem. Este método tem alta velocidade e portabilidade, tornando-se o método mais utilizado em projetos de construção. Tem aplicações em diversos projetos de soldagem e possui grande flexibilidade nos ângulos, tensão, polaridade e velocidade. Este tipo de soldagem é melhor realizado ao ar livre ou sob exaustores, pois produz uma boa quantidade de fumaça e vapores durante o processo.


Fontes:



30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page